Telefone: 91 678 72 87
 

Venâncio da Costa Lima

A Venâncio da Costa Lima é uma das adegas mais antigas da região de Palmela, com início de actividade em 1914.
Sendo um negócio familiar, esta adega já vai na quarta geração.


Produtora de Vinhos de Mesa, Vinhos Certificados (Regional Península de Setúbal e DO Palmela) e Moscatel de Setúbal, esta empresa mantém o seu objectivo: produzir vinhos actuais e modernos, mas mostrando sempre o perfil e as características de um vinho desta região. Produz também aquele que considera ser um dos ex-líbris de região: 
o Moscatel de Setúbal. 


Aperfeiçoando continuamente a arte de fazer vinho, esta empresa tem feito um percurso apoiado numa actualização tecnológica permanente, permitindo a evolução da qualidade dos seus vinhos.


Reconhecida recentemente como produtor do Melhor Moscatel do Mundo (Muscats du Monde 2011), esta adega tem investido no seu portfolio, imagem e notoriedade, trabalhando diariamente para a construção de uma empresa actual e competitiva.
 

O FUNDADOR - VENÂNCIO DA COSTA LIMA

O FUNDADOR - VENÂNCIO DA COSTA LIMA

Venâncio da Costa Lima nasceu em 1892 , na povoação de Quinta do Anjo, no seio de uma família humilde. Ficando órfão de mãe muito cedo, foi criado por seus tios, numa casa agrícola. Devido à profissão de seu pai (que era talhante), Venâncio teve como primeira profissão comerciante de gado aos talhos da região.
Rapidamente diversificou o seu negócio, comercializando essencialmente produtos agrícolas.

Em 1914 funda a Casa Agrícola Venâncio da Costa Lima, na Quinta do Anjo. Dedicada essencialmente ao comércio de vinho, azeite e cereais, esta empresa dedica-se posteriormente e em exclusivo, ao fabrico e comercialização de vinho.
Entre os anos 1930-1950, a Venâncio da Costa Lima era a segunda maior produtora de vinho da região.

 

Durante a sua vida, tornou-se pessoa muito considerada e estimada na região, ocupando as seguintes funções:

- Cabo-chefe da povoação de Quinta do Anjo
- Vereador do Município de Setúbal
- Presidente da Câmara Municipal de Palmela (1937-1946), desenvolvendo então obra notável no Concelho.
- Proprietário Agrícola e na Área da Restauração


Faleceu a 1 de Novembro de 1956, com 64 anos. Sendo esta a data das festividades da aldeia de onde é natural, nesse ano foram totalmente canceladas, devido à grande consternação que tal acontecimento provocou na região.

Como não teve filhos, deixa a adega aos seis sobrinhos, que desde essa altura, especializam-se no Vinho e Moscatel de Setúbal desta região vitivinícola. Com a passagem de quatro gerações, esta adega continua a ser uma empresa familiar, que movimenta anualmente 3 milhões de litros. Encontra-se actualmente em fase de investimento, com reconstrução de toda a área produtiva. Reconhecida recentemente como produtora do "Melhor Moscatel do Mundo"- Muscats du Monde 2011, esta empresa projectou o seu nome em grande escala e trabalha diariamente para produzir os melhores vinhos desta região.